Regulamento Corrida Jovem da Costa Nova

Tempo de leitura
3 minutos

Regulamento Corrida Jovem da Costa Nova

Junho 23, 2016 - 12:22

Provas para os mais jovens são uma estreia na Corrida Popular da Costa Nova

Normas regulamentares da Corrida Jovem inserida na Corrida Popular da Costa Nova
 

1. Generalidades

 

1.1. A Corrida Jovem está inserida na Corrida Popular da Costa Nova e tem por objetivo proporcionar aos mais jovens a oportunidade de correrem num ambiente competitivo proporcionado por toda a logística envolvente à Corrida Popular da Costa Nova, tendo também preocupações de integração de jovens com deficiência intelectual e física, num contexto pedagógico.

 

1.2. A Corrida Jovem é uma organização do Atletas.net e da Câmara Municipal de Ílhavo e realiza-se, no dia 15 de julho de 2017 (sábado), com início às 18 horas.

 

2. Percursos, distâncias e escalões
 

2.1. Por razões de ordem técnica e de cumprimento de horários, as provas da Corrida Jovem estão agrupadas da seguinte forma:

18:00 horas - Prova 1 - Corrida Jovem Especial - Pessoas portadoras de deficiência física e intelectual (prova não competitiva) (200 metros);

 

18:10 horas - Prova 2 - Corrida Jovem - Benjamins A e B M/F - atletas nascidos nos anos de 2006 a 2010 (500 metros);

 

18:20 horas - Prova 3 - Corrida Jovem - Infantis M/F (nascidos em 2004 e 2005) + Iniciados M/F (nascidos em 2002 e 2003) + Juvenis M/F - nascidos em 2000 e 2001 - (1000 metros)

 

2.2. O local de partida e chegada das provas da Corrida Jovem está situado frente ao Mercado da Costa Nova;

 

2.3. Os percursos da Corrida Jovem são feitos em circuito de de vai-vem com partida e chegada no mesmo local.

3. Inscrições
 

3.1. As inscrições para a Corrida Jovem estão sujeitas às seguintes quotas por escalão:
Benjamins (100 inscrições)
Infantis (100 inscrições)
Iniciados (50 inscrições)
Juvenis (50 inscrições)
Corrida Jovem Especial (jovens com deficiência física e motora - 50 inscrições)
 

3.2. As inscrições são gratuitas desde que efetuadas online através do site da Corrida Popular da Costa Nova e até à data limite de 10 de julho de 2017;

 

3.3. As inscrições para a Corrida Jovem reabrem depois somente no dia da prova entre as 10 e as 17 horas mas estão sujeitas ao pagamento de uma taxa de inscrição de última hora de dois euros e condicionadas às vagas existentes.

 

3.4. Não serão aceites inscrições por email ou telefone;

 

3.5. As inscrições online para a Corrida Jovem abrem a 1 de junho de 2017.

 

4. Levantamento de dorsais e kits de inscrição;

 

4.1. O levantamento de dorsais e kits de inscrição pode ser no seguinte local, data e horários: Relvado da Costa Nova - frente ao mercado municipal Sábado, 16 de julho, das 10 às 17 horas

 

4.2. Para poderem proceder ao levantamento dos dorsais da Corrida Jovem é obrigatória a apresentação de um documento de identificação;

 

4.3. Uma só pessoa pode levantar vários dorsais desde que se faça acompanhar dos documentos de identificação (ou cópias dos mesmos) dos atletas inscritos.

 

5. Identificação

 

5.1. Cada um dos participantes está obrigado a usar o dorsal colocado ao peito de forma bem visível, fixado nas pontas por alfinetes de dama/pregadeiras;

 

5.2. Os atletas participantes da Corrida Jovem estão ainda obrigados a usarem um chip de cronometragem inserido no próprio dorsal, não podendo dobrar, amassar, ou rasgar o dorsal que contém o dispositivo, sob o risco de não virem a ser cronometrados;

 

5.3. Não é obrigatória a devolução do dorsal nem do chip, ficando estes na posse do atleta;

 

5.4. A organização não se responsabiliza pela má utilização do chip, o que pode levar à não classificação do atleta;

 

6. Prémios

 

6.1. Para além do certificado digital oficial os participantes da Corrida Jovem recebem ainda uma medalha de participação alusiva em exclusivo ao evento;

 

6.2. Por razões de cumprimento de horários não haverá lugar a cerimónia de entrega de prémios por escalão;

 

7. Seguro desportivo

 

7.1. A organização tem um seguro desportivo a favor dos participantes não federados, (artigos 15o e 18o do Decreto-Lei no 10/2009). O seguro de provas desportivas cobre os riscos de morte ou invalidez permanente e despesas de tratamento constantes na respectiva apólice.

 

7.2. Todos os participantes, sem excepção, devem se assegurar que se encontram física e psicologicamente aptos a participarem na prova em que se inscrevem.

 

8. Segurança no percurso

 

8.1. Caberá às forças policiais a gestão do plano de controlo e eliminação do trânsito automóvel não autorizado no decorrer da prova.

 

9. Júri da prova

 

9.1. O Júri da Prova é constituído pelo Diretor Geral da Prova, Diretor Técnico da Prova e pelo Juíz-Chefe designado pela Associação de Atletismo de Aveiro, a quem caberá decidir eventuais questões técnicas decorrentes da participação dos atletas no evento.

 

9.2. Compete aos fiscais de percurso, juízes de partida e chegada, anotarem e desclassificarem os atletas que:

a) Não cumpram o percurso da prova;

b) Obstruam intencionalmente outros atletas;

c) Usem um chip ou dorsal de outro atleta;

d) Adulterem os seus dados de inscrição.

 

9.3. Quaisquer reclamações ou protestos têm de ser apresentados por escrito, obrigatoriamente feito em impresso próprio disponibilizado pela organização ou por formulário disponibilizado na secção de contactos do Atletas.net e dirigido a um dos membros do Juri da Prova, até às 18 horas de terça-feira, dia 19 de julho de 2016. Após essa hora as classificações entretanto provisórias, serão anunciadas como sendo oficiais.

 

10. Direitos de imagem
 

10.1. O participante, ao proceder à sua inscrição, autoriza a cedência, às Câmaras Municipais de Ílhavo, de Vagos e ao Atletas.net, de forma gratuita e incondicional, dos direitos de utilização da sua imagem, captada em filmagens e ou fotografias no decorrer da realização da prova, autorizando a sua reprodução para fins de divulgação de campanhas das entidades organizadoras e patrocinadoras do evento.

 

11. Casos omissos

 

11.1. Todos os casos omissos deste regulamento serão alvo de deliberação da direção da prova, prevalecendo as normas regulamentos da Federação Portuguesa de Atletismo e da IAAF – Internacional Association of Athletics Federations.