on 23 Fev 2019 8:47 AM

O nome pode não dizer muito para a maioria do público ligado ao atletismo, mas nos bastidores do mundo das corridas João Antunes é altamente respeitado. Na casa dos setenta anos de idade, já retirado, João Antunes esteve na élite mundial dos medidores de provas de estrada, sendo, a par de Américo Chaves, os únicos medidores portugueses com grau internacional A, o que lhes confere o raro estatuto de poderem, por exemplo, medir e certificar a distância da maratona em campeonatos do mundo ou Jogos Olímpicos, um privilégio que João Antunes já teve oportunidade de viver. De Angola a Timor, percorreu meio mundo a medir e a certificar provas de atletismo em estrada. 

Engenheiro de formação, João Antunes acompanhou os primóridios do rigor das medições das corridas, no início dos anos 90 do século passado, com a vinda a Portugal do matemático francês La Salle, que esteve na origem das fórmulas que ainda hoje aferem, com um rigor impressionante, as distâncias medidas, com o auxílio de uma bicicleta, um contador Johnson acopolado e uma correta calibragem, onde entram para a fórmula científica os números da pressão dos pneus e da temperatura ambiente, entre outros.

João Antunes apaixonou-se pela matemática das medições e foi um dos pioneiros em Portugal na sensibilização para a importância da correta medição das provas de estrada, deixando um legado que os seus seguidores sabem ser de difícil alcance:«Aprendi muito com o João e muito do que eu sou nesta atividade a ele devo» - confessa António Freire, um dos mais requisitados medidores oficiais da Federação Portuguesa de Atletismo, que acrescenta: «A maioria das pessoas não tem ideia da responsabilidade que temos entre mãos. Psicologicamente e fisicamente pode ser desgastante, já que uma medição pode facilmente demorar um ou mais dias» - explica António Freire, que admite que esta homenagem é mais do que merecida: «O João já merecia o reconhecimento público do seu extraordinário trabalho. Como medidor fico muito sensibilizado pela iniciativa do Atletas.net».

Ao telefone João Antunes, que mantém uma amizade de longa data com o diretor do Atletas.net, respondeu ao convite com a voz embargada: «Obrigado. Fico muito sensibilizado e quase sem palavras. É sempre bom reconhecerem o que fiz com tanta dedicação e amor ao atletismo».

A título de curiosidade refira-se que é a João Antunes a quem se deve o slogan da Corrida Popular da Costa Nova, quando em 2014, o credenciado medidor admitiu, no final da medição da prova: «Tem tudo para ser os 10 km mais rápidos de Portugal».

A homenagem a João Antunes acontece a 13 de julho no decorrer da cerimónia protocolar da Nissan Corrida Popular da Costa Nova.