Lesões crónicas e o exercício físico

Tempo de leitura
2 minutos

Lesões crónicas e o exercício físico

Junho 01, 2015 - 07:42
Publicado em:

Exercício físico com lesões crónicas - Sim ou não?

As lesões fazem parte do desporto, principalmente quando falamos deexercício de alta intensidade e de alta competição.

Há dois tipos de lesões: agudas e crónicas.

O que as distingue é o intervalo de tempo que o corpo leva a recuperar da alteração fisiológica provocada pela mesma.

Uma lesão diz-se aguda desde a altura em que o corpo sofre uma alteração das suas estruturas, como por exemplo: entorse, distensão, ruptura, fratura, etc., até 2 dias após o evento.

Pode-se considerar lesão crónica se a partir do terceiro dia ainda houver sinais de lesão, como dorinflamaçãoruborcalorrestrição de movimento dos tecidosperda de mobilidade articular, etc., até que todos os sinais e sintomas desapareçam por completo. 

Algumas lesões crónicas: tendinopatias, calcificações, artroses, esporão calcâneo (osteofitoses), rupturas, entorses, fraturas, cicatrizes que possam estar a dar problemas (por exemplo: cesarianas, episiotomia, epidural, quistos, cirurgias, tatuagens, piercings), cirurgias, problemas gástricos, cáries dentárias, próteses dentárias, entre outras.

Quando ainda há sinais de que a lesão não está totalmente recuperada, significa que o corpo está a despender muita energia, activando o sistema inflamatório para ajudar na recuperação dos tecidos, o que vai fazer com que outros sistemas, como o sistema muscular que é o primeiro a ser afetado quando alguma coisa não está bem, tenham menos energia disponível para gastar. 

Desta forma, quando esta lesionado, além de ter menos energia disponível para os seus músculos poderem realizar o seu trabalho com a maior eficácia possível, ainda vai estar a aumentar o risco de recidiva e de, por adaptação corporal, desenvolver o aparecimento de novas lesões.

O atleta deve ser analisado individualmente para perceber as suasnecessidades e para adequar o exercício físico às suas possibilidades. Cada pessoa é um ser individual e uma lesão é diferente de todas as outras, mesmo que tenha o mesmo nome (etiologia).

No entanto, no caso de contrair uma lesão aguda e não ter possibilidade de recorrer a um profissional de saúde habilitado como um Fisiatra,Ortopedista, Fisioterapeuta, Osteopata ou Kinesiólogo, deverá:

  • Colocar gelo no máximo de 10 minutos de 3h em 3h - ajuda a controlar os primeiros sinais inflamatórios, durante as primeiras 48h;
  • Se for no membro inferior, como por exemplo numa entorse, deverá colocar o membro numa inclinação de 30º, tendo em atenção para ter um apoio também debaixo do joelho (pode colocar almofadas ao longo de todo o membro)
  • Procurar um profissional habilitado o mais rápido possível.

prevenção sempre foi o melhor medicamento, por isso, descanse e respeite os horários de descanso porque é durante a noite que ocorre a fase anabólica, ou seja, de recuperação e regeneração celular. Alimente-se bem, de forma saudável com muitos legumes e fruta, tenha hábitos saudáveis e acima de tudo, seja consciente das suas capacidades atuais e respeite o seu corpo.

Há muito que tenho vindo a trabalhar com atletas de várias modalidades, notratamento de lesões agudas, crónicas e no aumento da performancecorporal através de uma consulta e tratamento personalizado, assim como de um teste de intolerância alimentar

Lembre-se: o seu corpo é como um carro, se não estiver bem afinado e não lhe der o melhor combustível vai dar muitos problemas e vai fazer poucos quilómetros.